Seriedade e Tradição

Ângela Maria Amaral Ragazzi e Ana Maria Ragazzi Azevedo
BEROLA
Na CeasaMinas desde 1979

Fundada em 1972, na Rua Guaicurus, região central de Belo Horizonte, a empresa Berola está na CeasaMinas desde 1979. À frente dos negócios estão as irmãs, Ângela Maria Amaral Ragazzi e Ana Maria Ragazzi Azevedo que, juntamente com os filhos, dão continuidade ao trabalho iniciado pelo seu fundador, Hélcio Ragazzi, que faleceu em 2014. “O Berola é um legado do nosso pai, que trabalhou até o fim da sua vida, aos 85 anos de idade. Sua vida foi dedicada à construção desta empresa, que deixou para as filhas”, declara Ângela Ragazzi.
Ângela tem orgulho do nome da empresa e da sua tradição como referência de honestidade e bom atendimento. “Manter uma empresa com solidez por 40 anos dentro da CeasaMinas é uma coisa rara – guardamos os ensinamentos do nosso pai, desde a fundação da empresa, há 47 anos, de trabalhar com honestidade, sempre buscando atender os pequenos comerciantes, aqueles comerciantes de bairro, do interior”.

Diferencial
Para Ângela, a fidelização de clientes é o grande diferencial da empresa, devido à sua seriedade, competência e responsabilidade. “Nossos clientes são nosso maior orgulho! Muitos estão conosco desde o início, passando seu negócio de pai para filho”.
A empresária explica que o Berola, que sempre lidou com produtos de mercearia (secos & molhados), foi uma das primeiras lojas a vender produtos fracionados, justamente para atender aos pequenos comerciantes, que não podiam comprar uma caixa fechada. “Foi uma iniciativa que deu certo”. Atualmente, a empresa atua na comercialização de conservas, bebidas, bomboniere, cereais e derivados, material de limpeza, higiene pessoal e miudezas.
Os funcionários são destacados pela comerciante como parte importante para o sucesso da empresa. “A maioria deles está conosco há muitos anos. Alguns trabalharam aqui por 38 anos. Outros saíram e retornaram, sempre com a certeza de que encontram um bom ambiente de trabalho. Muitos não consideramos como funcionários, mas como amigos”.

CeasaMinas
Ângela considera muito gratificante a atuação da empresa na CeasaMinas. “Aqui temos tranquilidade, comodidade, fácil acesso e segurança”. Sobre suas expectativas com relação ao desenvolvimento do entreposto, a empresária tem uma visão de futuro bastante otimista. “A CeasaMinas, está sempre zelando pelo bem comum. Talvez, quem sabe, em um futuro próximo, o metrô chegue até aqui. Não seria nada mal deixar o carro em casa e vir de metrô”.