Nota de esclarecimento sobre as falsas acusações contra a ACCEASA que estão circulando em um vídeo publicado nas mídias sociais

Circula nas mídias sociais um vídeo contendo informações falsas sobre a pauta de reivindicações que foi encaminhada pela ACCeasa ao Presidente Bolsonaro em 2018.

Informamos que nossas reivindicações são documentadas e que o resumo da pauta encaminhada para o Presidente Bolsonaro foi divulgado no informativo de novembro de 2018. Veja no informativo e no recorte da imagem inserido nesta nota toda a verdade sobre a atuação da ACCeasa. Recebemos, também, a informação de que estão visitando comerciantes e produtores para disseminar informações falsas sobre a ACCEASA e sobre o processo de privatização com o intuito de dividir as opiniões e enfraquecer o processo de privatização.

O BNDES esclareceu que os direitos contratuais dos comerciantes serão preservados, que o Mercado Livre do Produtor será mantido por meio de concessão pública para garantir investimentos, tarifas justas e espaços de trabalho para os produtores mineiros e para os carregadores. Portanto, não é verdade que o abastecimento, MLP, produtores e carregadores estarão em risco. Diferentemente, a situação das empresas localizadas na CEASAMINAS piora a cada dia. Muitas estão saindo para fora do CEASA e o mercado está ruindo na nossa frente. Não suportamos mais os custos e as condições que foram impostas aos lojistas ao longo dos anos. Precisamos nos unir para garantirmos melhores condições para todos os operadores de mercado.

E, ao contrário do que foi divulgado os representantes da ACCEASA se reuniram com a Ministra Teresa Cristina e com o Secretário Geral do Ministério da Agricultura Marcos Montes, logo após a eleição do presidente Bolsonaro, justamente, para solicitar a revitalização geral do entreposto e a composição da diretoria da CEASAMINAS por técnicos da casa.

A ACCEASA nunca pediu para privatizar, mas tão somente apoiou o movimento após os esclarecimentos do BNDES. Desde a sua criação nunca se manifestou para dificultar, atrapalhar, impedir o trabalho no entreposto comercial na Ceasa, muito pelo contrário, sempre defendeu a transparência e a eficiência dos trabalhos na CEASAMINAS buscando garantir a segurança alimentar com o menor preço dos produtos para a população.

Portanto, lamentamos profundamente a postura dos responsáveis pelo vídeo, que nos atacam, a qualquer custo, com calúnias e difamações, tentando manchar imagem da ACCEASA para impedir o andamento do processo de privatização da CEASAMINAS.

ACCEASA – ASSOCIAÇAO COMERCIAL DA CEASA.
15 de agosto de 2021

Recorte do informativo da ACCeasa do mês de novembro de 2018 contendo o resumo da pauta encaminhada ao Presidente Bolsonaro:

Veja abaixo a reivindicação encaminhada para o Ministério da Agricultura
logo após a posse da Ministra Teresa Cristina:

Clique aqui para fazer Download da Nota de Esclarecimento em PDF.