Ex-ministro Alysson Paulinelli recebe título de cidadania honorária de Contagem

O diretor-presidente da ACCeasa, Noé Xavier, o presidente da Câmara Municipal de Contagem, Daniel Carvalho, o ex-ministro Alysson Paulinelli e sua esposa, Marisa Gonzaga, o presidente da CeasaMinas, Guilherme Brant e o conselheiro da ACCeasa, Márcio Salvador.

Em cerimônia realizada no dia 16 de setembro, no auditório da Minasbolsa, na CeasaMinas, o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paulinelli, recebeu, da Câmara Municipal de Contagem, o título de cidadania honorária de Contagem. A homenagem tem como objetivo agradecer as pessoas que não nasceram na cidade e que, de alguma forma, ajudam ou ajudaram no desenvolvimento social e econômico do município.

Emocionado, Alysson Paulinelli manifestou sua alegria em receber o título, reforçando seu compromisso com a cidade. “De forma simbólica, recebo o agradecimento de toda a população. Agradeço a todos os vereadores que me prestaram esta homenagem, como também aos cidadãos da cidade de Contagem, pelo título oferecido a uma pessoa que acreditou nela”.
O homenageado ressaltou a importância da CeasaMinas em sua trajetória, como também para o país. “A Ceasa tem um valor muito grande para mim. Foi aqui que iniciei, em 1974, a obra de uma instituição que iria representar muito para o povo brasileiro”. Relembrou as soluções propostas e as iniciativas que promoveram o desenvolvimento da agricultura tropical competitiva que, segundo ele, nenhum outro país conseguiu fazer. “Foi muito importante para nós o exemplo que começamos a dar, principalmente na produção dos produtos agrícolas. Nos lançamos a criar centros de comercialização, que começaram a dar aos produtores brasileiros a coragem para investir”.

Centrais de abastecimento
Avaliando o processo de implantação das Centrais de Abastecimento no Brasil, iniciado em 1974, Paulinelli considerou que foi um programa arrojado. “O Brasil importava um terço do que consumia, o que pesava demais para o consumidor. Qual seria a solução? Esse foi o grande motivo pelo qual o Brasil tomou essa direção, com um projeto de reorganização do mercado de alimentos”. Com orgulho, destacou que, depois de 20 anos, teve a satisfação de comprovar que uma família que gastava de 42% a 48% da sua renda em alimentação estava pagando de 14% a 18%. “Essa foi a grande contribuição que conseguimos oferecer ao Brasil”.

Trajetória
O diretor-presidente da CeasaMinas, Guilherme Brant, falou sobre a relevância da atuação do ex-ministro, para o abastecimento alimentar, lembrando alguns momentos de sua trajetória profissional, entre os quais a sua participação ativa na implantação da CeasaMinas. Outras 53 Ceasas foram construídas entre 1974 e 1979, período em que o mesmo foi ministro da Agricultura. “O sistema reduziu a especulação de preços e as perdas, tornando os alimentos acessíveis na mesa dos brasileiros”.
Representando os empresários estabelecidos no entreposto de Contagem, o diretor-presidente da ACCeasa, Noé Xavier, manifestou sua satisfação em participar do evento de homenagem. “Este título é uma justa homenagem ao nosso eterno ministro, Alysson Paulinelli, pela sua contribuição no processo de implantação da Ceasa em Contagem. É necessário destacar a importância desta central de abastecimento para toda a população do estado, como também, para o município de Contagem. Parabéns por ter plantado aqui uma atividade tão vital, que promove a concorrência do pequeno atacadista e do pequeno varejista, mantida pelos operadores de mercado que, a cada dia, nesses 45 anos, vêm garantindo o abastecimento e a segurança alimentar”.

Também para o conselheiro da ACCeasa, Márcio Salvador, que apresentou um painel informativo sobre os números da CeasaMinas, destacando sua pujança, a condecoração mostra o reconhecimento do município pelo seu relevante trabalho na criação da CeasaMinas. “Essa homenagem reflete o nosso reconhecimento pelo que o ex-ministro Alysson Paulinelli fez para Contagem, o que resultou em retorno para o município com a geração de emprego e desenvolvimento para a região”.

Fonte: Jornal da ACCeasa nº 170 | Outubro de 2019
Clique aqui para ver a edição completa.