Dedicação e Comprometimento

Vera Lúcia Barbosa de Souza
Administração
Na CeasaMinas desde 1977

A funcionária da administração da CeasaMinas, Vera Lucia Barbosa de Souza, começou sua história profissional na empresa, em 1977, como menor aprendiz e passou por diversos setores. Hoje é Assistente Técnico no Departamento de Administração. “Além de um aprendizado praticado no dia a dia das atividades na empresa, eu auxiliava nas rotinas do Departamento de Recursos Humanos, com ênfase no atendimento ao cliente, serviço de arquivo, protocolo e entrega de documentos”, relembra.
Efetivada, Vera Lúcia atuou como Assistente Administrativo no período de 1977 a 2001. Explica que no próprio Departamento de Recursos Humanos aprendeu, com os anos, toda a rotina, como cálculo de folha de pagamento de salário, recibo de férias, controle da frequência dos funcionários e encargos sociais. “Isso na época em que tudo era feito manualmente, sem ajuda da modernidade que temos hoje”, destaca.
Em 2002 assumiu o cargo de Secretaria de Departamento, função que exerceu até 2018. A partir de 2019, passou ao cargo de Assistente Técnico. Tem como atividades o atendimento aos clientes internos e externos, fornecimento e recebimento de informações sobre produtos e serviços e o acompanhamento de documentos variados cumprindo todos os procedimentos necessários aos mesmos.

Dificuldades
De acordo com Vera Lúcia, no início de suas atividades na CeasaMinas o transporte foi uma das dificuldades que enfrentou, juntamente com a falta de restaurantes, naquele período. “Apesar de a Ceasa ter o Ônibus Especial, tínhamos dificuldade com o deslocamento, pois não havia ônibus na região. Eram poucos pavilhões. Lembro-me de um restaurante, o ‘Bettos’, localizado no Pavilhão A, onde era a administração”.

CeasaMinas
Vera Lúcia destaca seu orgulho por trabalhar na Ceasa. “Devo muito do que conquistei à Ceasa e ao meu esforço. Vi a empresa crescer, se diversificar e multiplicar vários pavilhões. Ao longo desses anos vi de perto a evolução da Ceasa, principalmente após a chegada de novas tecnologias. Todo o conhecimento profissional adquirido aqui na Ceasa, aliado ao meu empenho e dedicação, permitiu que eu pudesse trabalhar e chegar à conclusão que, para colher mudanças, é necessário cultivar desejos e sonhos”.