Prevenção contra incêndio: CeasaMinas intensifica fiscalização de instalações elétricas
14 de December de 2017

Prevenção é a palavra-chave quando se trata de segurança e saúde no trabalho. Na CeasaMinas, não é diferente. Conforme anunciado na edição anterior deste informativo, a administração da CeasaMinas intensificou, no mês de outubro, ações de fiscalização nas instalações elétricas das lojas do entreposto. A medida tem como objetivo minimizar os riscos de incêndio no mercado.

Eduardo Souza, engenheiro eletricista da CeasaMinas, informa que as vistorias foram iniciadas em 17 de outubro e, até o dia 17 de novembro já haviam sido vistoriadas 112 lojas entre os pavilhões A, B, C, D, D1, E, E1, F, F1 e G. “Os laudos destas lojas foram enviados ao Setor de Operações (DEPOP) para realização de notificação. Os lojistas têm apresentado boa aceitação com a vistoria”.

De acordo com o gestor do departamento de engenharia da CeasaMinas, Ronan Siúves, o concessionário que receber uma notificação de irregularidades tem o prazo de três meses para a regularização de suas instalações elétricas. “Esta regularização deve ser documentada por meio de um laudo, emitido por um profissional habilitado, atestando que as instalações estão dentro das normas brasileiras aplicáveis”. O gestor destaca que a não apresentação deste laudo sujeitará o lojista a aplicação de penalidades previstas no Regulamento de Mercado.

 

Conscientização

Para o conselheiro da ACCeasa, Wellington Silva (Empório Vila Oliva), a fiscalização de instalações elétricas é uma medida necessária. “Precisamos nos adequar às medidas de segurança exigidas e assumir nossas responsabilidades com a segurança de todos. Hoje, a legislação responsabiliza o causador, o incauto, direto ou indiretamente. As empresas precisam de certificação para exercerem atividades corriqueiras e esta é uma certificação da maior importância. Todos os lojistas devem ser responsáveis pelo cumprimento desta exigência”. Sobre a necessidade de conscientização do mercado para medidas de prevenção contra incêndio, o conselheiro destaca que existe um Pelotão dos Bombeiros dentro do entreposto. “Acredito que orientações sobre armazenagem, classificação de risco por atividade e cartilhas, são fundamentais nesse primeiro momento. Depois de uma campanha educativa, é necessário a aplicação de multas, interdição e outras medidas, em nome da segurança de todos. É triste ver um pavilhão queimando e causando tantos prejuízos”.

ACCeasa® 2018 - Todos os direitos reservados - Site desenvolvido por Galpão 33
Rodovia BR 040 - Km 688 Ed. Acceasa - Bairro Guanabara - Contagem/MG - CEP: 32145-000
Gommo Tecnologia Amplementa Agência Digital