Carrinhos de Mercadorias: Corpo de Bombeiros traz dicas de segurança

Um dos principais meios de transporte de mercadorias utilizados dentro da Ceasa, o informalmente denominado “carrinho”, é um item vital na complexa logística de comércio vista diariamente no entreposto.
Como qualquer meio de transporte, sua utilização envolve riscos de acidentes tanto para os condutores dos carrinhos quanto para os pedestres que diariamente transitam na Ceasa. Prova disso são os constantes acionamentos dos militares do Pelotão de Bombeiros localizado nas dependências do entreposto para prestarem atendimentos pré-hospitalares em envolvidos nesse tipo de acidente.
O Corpo de Bombeiros Militar traz algumas dicas de segurança que reforçam a proteção de todo público que utiliza as dependências da Ceasa.

• Não ultrapassar o limite de carga dimensionado para o carrinho – Acondicionar mercadorias além do limite estabelecido pelo fabricante, além de exceder o peso suportado pelo equipamento e prejudicar a ergonomia do trabalho do condutor, também permite que muitos desses materiais caiam durante o transporte. Essas mercadorias podem cair sobre os transeuntes e causar diversas lesões, fato que pode ser agravado quanto maior o peso e a dimensão da mercadoria.

• Não transporte mercadorias soltas – Em carrinhos que não possuem gaiolas, deve-se utilizar fitas e/ou cordas para prender o material, evitando a queda de mercadorias.

• Respeite as regras e sinalizações de trânsito – Os funcionários que estiverem transitando com os carrinhos devem redobrar a atenção devido ao trânsito e fluxo de veículos dentro do entreposto.

• Estacione o carrinho em local adequado – Os carrinhos devem ser guardados em locais específicos para tal, para não atrapalhar ou prejudicar o estacionamento de automóveis.

• Tenha atenção redobrada ao conduzir um carrinho – Os condutores devem conduzi-los com atenção em relação aos pedestres.

• Em caso de acidentes ou dúvidas, ligue 193.

Para outras informações, procure o Pelotão do Corpo de Bombeiros instalado na Ceasa ou o Departamento de Operações da CeasaMinas.

Bombeiro – O amigo certo das horas incertas

Colaboração: Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais – Pelotão Ceasa
Colaboração: Sergio Luiz – Empresa de Vigilância Plantão

 

Informação Retirada do Jornal da ACCeasa nº 165 | Maio de 2019
Clique aqui para ver a edição completa.