Comunicado – CeasaMinas muda sistema de varrição no entreposto
02 de September de 2016

O novo contrato para serviços de limpeza pública na CeasaMinas, que entrará em vigor a partir de 20 de julho, prevê a execução de varrição, inclusive com a manutenção dos compactadores e a retirada do lixo. De acordo com o diretor administrativo da ACCeasa e representante na Comissão de RDC, Márcio Ferreira, este é um contrato mais adequado. “No contrato anterior, no valor de R$ 0,94 (noventa e quatro centavos) por metro quadrado, além da varrição das áreas comuns, a RDC pagava também as despesas com manutenção de compactadores e caminhões para retirada do lixo. Neste novo modelo a cobrança é feita por metro quadrado e a empresa tem a responsabilidade de manutenção de todos os equipamentos”.

 

Diferença
O diretor explica que a CeasaMinas, juntamente com a Comissão de RDC, conseguiu negociar a varrição das áreas comuns pelo valor de R$ 0,75 (setenta e cinco centavos) por metro quadrado, diante de uma proposta da empresa ganhadora da concorrência de R$ 0,92 (noventa e dois centavos) por metro quadrado. “Conseguimos reduzir o valor, aumentando o tamanho da área, incluindo a área privativa das lojas dos comerciantes e a empresa fará a varrição de todas as áreas, inclusive as frentes das lojas”. A partir do início desses serviços, a RDC será responsável apenas pelo pagamento da varrição nas áreas comuns, sendo que o lojista fará o pagamento individual, de acordo com o espaço que ele possui em frente à sua loja”. De acordo com o Regulamento de Mercado, a responsabilidade de manter limpas as frentes das lojas é do respectivo concessionário. Márcio Ferreira destaca, ainda, que o regulamento de RDC é taxativo ao definir que o condomínio não pode arcar com nenhuma despesa individual de concessionários. Dê sabor às suas Vendas SEM ADIÇÃO DE MAÇÃ. 0800 602 5606 www.grupomariza.com.br Manutenção de compactadores e caminhões para retirada do lixo será de responsabilidade da nova empresa contratada O diretor enfatiza que o novo modelo de contrato traz a garantia de que tudo estará limpo e a cobrança individual de cada lojista terá o mesmo valor de R$ 0,75 por metro quadrado. “A cobrança será discriminada no boleto (taxa de limpeza). É importante enfatizar que o concessionário não estará pagando acréscimo, pois estes valores já eram pagos através da RDC. Nós negociamos um preço mais em conta, que repassamos para todos os concessionários – só foi alterada a forma de cobrança, para fazer valer o Regulamento de Mercado e da RDC”.

 

Avanço
Este novo contrato foi assinado de forma emergencial, para o período de seis meses, quando será elaborada uma licitação para o contrato definitivo, com prazo mais longo. Márcio Ferreira considera positiva esta condição. “Temos seis meses para avaliar a prestação de serviços e para ouvir a manifestação dos comerciantes sobre este novo modelo de cobrança”. Para Márcio Ferreira as discussões da Comissão de RDC junto à CeasaMinas para a efetivação deste novo contrato teve avanços significativos. “Conseguimos um preço melhor, com um sistema mais inteligente e teremos tempo para avaliar o novo modelo e saber o que cada concessionário está pagando”. O diretor explica que haverá diminuição nas despesas da RDC, com a possibilidade de diminuir os atuais valores. “Estabelecemos um teto e existe a possibilidade de diminuição”.

 

Sugestões
A ACCeasa conta com a participação dos concessionários neste processo, encaminhando reclamações ou sugestões para adequações ao novo contrato, que será realizado a partir de licitação, após estes seis meses de contrato.

ACCeasa® 2018 - Todos os direitos reservados - Site desenvolvido por Galpão 33
Rodovia BR 040 - Km 688 Ed. Acceasa - Bairro Guanabara - Contagem/MG - CEP: 32145-000
Gommo Tecnologia Amplementa Agência Digital