Dicas para ter mais segurança com o gás de cozinha ou GLP

A sigla GLP é utilizada para descrever o gás liquefeito de petróleo, produto proveniente do petróleo ou do gás natural. Por ser incolor e inodoro, é adicionada uma pequena quantidade de um composto à base de enxofre no GLP, o que lhe confere um odor facilmente identificável em caso de vazamento.

O GLP pode ser aplicado em diferentes segmentos da economia, como residencial, comercial e industrial, sendo utilizado para os mais diversos fins, entre eles o preparo de alimentos, em churrasqueiras, na climatização de ambientes, na secagem de roupas e de grãos, esterilização de objetos, aquecimento de fornos, entre outros.

Conheça os componentes básicos para a instalação segura do botijão:

Mangueira
O tipo padrão é de plástico PVC transparente, trançada, com tarja amarela, exibindo a inscrição NBR 8613, o logo do Inmetro, o prazo de validade (5 anos) e o nome do fabricante. O comprimento deve estar entre 80 cm e 1,25 m. A mangueira não deve passar e nem encostar na parte de trás do fogão, já que a temperatura nessa região é alta devido ao forno e pode danificar a mangueira. Caso a mangueira passe por trás do botijão, consulte a assistência técnica credenciada do seu fogão para que seja feita a troca de entrada da mangueira. A maioria dos modelos tem esse recurso.

Regulador de pressão de gás
Os reguladores de pressão são necessários em todas as instalações de botijões de GLP. Quando o gás está contido nos botijões, encontra-se sob pressão superior à de trabalho dos fogões e a função dos reguladores é justamente adequar a pressão para garantir o perfeito funcionamento nos aparelhos de queima. Além disso, o regulador também controla a vazão do gás, mantendo a chama estável.

Reguladores: Use Corretamente

• Verifique a validade do regulador: todos têm vida útil de até cinco anos.
• Só utilize reguladores de pressão aprovados pelo Inmetro, quem contém o selo do instituto.
• Jamais utilize ferramentas para apertar a borboleta, pois o excesso de força pode danificá-la.
• Todo botijão tem um anel de vedação localizado na sua válvula, que deve estar em perfeitas condições ao acoplar o regulador para evitar vazamentos.
• Não compre reguladores clandestinos.
• Use apenas a força das mãos para apertar a borboleta do regulador.
• Feche o registro toda vez que o fogão não estiver sendo utilizado.
• Em caso de dúvidas, consulte o fabricante do fogão do regulador de pressão.
• Para verificar se há vazamento, faça o teste da espuma de sabão: coloque espuma sobre a junção da borboleta com o botijão. Se a espuma crescer ou borbulhar é sinal de vazamento. Repita o teste. Caso continue a borbulhar, retire o regulador de pressão e verifique se está borbulhando na válvula. Nesse caso, chame imediatamente a assistência técnica do seu fornecedor de gás ou ligue para o número da assistência técnica da distribuidora que consta na etiqueta que acompanha o vasilhame.

Fonte: Liquigás

ATENÇÃO!

Nunca use um botijão de GLP sem regulador de pressão. É um elemento imprescindível ao uso seguro do GLP.

Para esclarecimento de dúvidas e outras informações, procure o Pelotão do Corpo de Bombeiros instalado na Ceasa ou o Departamento de Operações da Ceasa Minas.
Bombeiro – O amigo certo das horas incertas
Colaboração: Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais – Pelotão Ceasa

 

Informação Retirada do Jornal da ACCeasa nº 164 |Abril de 2019
Clique aqui para ver a edição completa.